Equador

SALA REGIONAL 4_Ecuador
Museu e Centro Cultural de Ibarra

Panorama dos Museus no Equador

Nível nacional

1. Institução responsável

Ministerio de Cultura y Patrimonio 

2. Definição legal de Museu

Consideram-se como museus as instituições a serviço da cidadania, abertas ao público, que adquirem, conservam, expõem e difundem bens culturais e patrimoniais de maneira pedagógica e recreativa. Os museus são espaços de práticas simbólicas, em constante debate, que se constroem de maneira participativa a partir da proposição crítica das representações e do patrimônio.

3. Legislação

4. Política Nacional de Museus

A Lei Orgânica da Cultura, aprovada recentemente, está em processo de elaboração de seus regulamentos, conforme a Disposição Transitória Vigésima Sétima, para os quais a lei estabelece 120 dias a partir de sua aprovação no Registro Oficial. A entidade gestora da Cultura e do Patrimônio emitirá as normas e procedimentos necessários para a plena integração e conformação dos sistemas, redes, entidades e demais organismos criados pela presente Lei, e adotará todas as medidas necessárias para que se conformem os diretórios e entrem em funcionamento, assim como para que se adotem todas as medidas financeiras, técnicas e administrativas necessárias para seu correto funcionamento.

5. Número de museus oficialmente recensados e fonte

O país conta com 179 instituições segundo o Ministério da Cultura e Patrimônio, Subsecretaria de Memória Social.

6. Recursos de Informação na internet

Nível regional

Segundo o artigo 24 da Lei Orgânica da Cultura integram o Sistema Nacional de Cultura todas as instituições do âmbito cultural que recebem fundos públicos, os Governos Autônomos Descentralizados e de Regime Especial, a Casa da Cultura Equatoriana Benjamín Carrión, e os grupos, associações, organizações não governamentais, entidades, agentes e gestores da cultura que, sendo independentes, se vinculem voluntariamente ao sistema. Estas instituições são regidas por dois subsistemas compostos: 1) Subsistema da Memória Social e o Patrimônio Cultural 2) Subsistema das Artes e Inovação. Estas instituições ao constituir-se como coluna vertebral do sistema estabelecem vínculos em nível nacional pelo que se classificaram de acordo com sua tipologia e caracterização da seguinte maneira: Nucleares, Intermediários e locais. Museus nucleares.

  • Possuem reservas próprias que alimentam as exposições permanentes e temporárias e dos museus intermediários e locais.
  • Contam com processos de curadoria, conservação, museologia, museografia, pesquisa, comunicação e programação educativa.
  • Gerem a realização de exposições nacionais e internacionais e seu redimensionamento para os museus intermediários e locais.
  • Difundem as manifestações e expressões culturais nacionais.
  • Conta com uma infraestrutura para exposições temporárias, salas educativas, espaços para pesquisa, conservação, espaços de implementação museográfica, sala em trânsito.

Museus intermediários ou regionais

  • Possui reservas para suas próprias salas de exposição.
  • Conta com uma infraestrutura com salas de exposições permanentes, temporárias, salas educativas e áreas complementares.
  • Difunde preferentemente as práticas e expressões regionais e territoriais.
  • Podem ser públicos ou privados, manejados por GADs ou pela CCE, MCYP.
  • Podem ser temáticos, de autor, especializados.

Museus locais

  • Contam com uma infraestrutura pequena
  • Podem ser públicos o privados, manejados por GADs ou pela CCE, MCYP.
  • Podem ser temáticos, de autor, especializados.